21 de abr de 2011

Ovário Policístico ?



O QUE É
É uma síndrome ou um conjunto de sintomas provocado pela formação de microcistos no ovário. Embora freqüente nas mulheres, apenas 6% a 10% delas apresentam alterações endócrinas por causa do problema. A maior parte dos casos aparece na adolescência, acompanhando a mulher durante a vida, e tende a se normalizar após os 35 anos.


POSSÍVEIS CAUSAS

  • Irregularidades no funcionamento do hipotálamo;
  • Pesquisas genéticas sugerem que alterações cromossômicas podem originar a síndrome;
  • Aumento da quantidade de insulina no sangue.


A SÍNDROME
Em geral, surgem mais de dez cistos (com 6 a 10 mm cada) que ficam distribuídos perifericamente na superfície do ovário. O acúmulo de microcistos pode causar o aumento médio de 2,8 vezes o tamanho normal do ovário.


ovário normalovário policístico
O ovário é o órgão responsável pela ovulação e também pela
produção de hormônios femininos.


SINTOMAS

  • Irregularidades menstruais - Normalmente são atrasos ou total ausência das menstruações;
  • Problemas na pele - Espinhas, quedas de cabelo, pele oleosa e aumento de pêlos no rosto e no corpo;
  • Aumento de peso - Distúrbios no metabolismo podem surgir, favorecendo o ganho de peso;
  • Dificuldade na ovulação - Parte das mulheres que têm esse problema não ovula regularmente, o que pode dificultar a gravidez.


RISCOS

  • Câncer de endométrio - Sem ovular, a mulher deixa de produzir o hormônio progesterona, responsável pela proteção do útero. Os riscos de câncer de endométrio aumentam;
  • Diabetes - O ovário policístico também pode ocasionar a disfunção da insulina, que pode levar ao aumento de colesterol, problemas cardiovasculares, e ainda, ao Diabetis Mellitus;
  • Problemas psicológicos - Alguns dos sintomas como irregularidade menstrual, aumento de peso e surgimento de pêlos em excesso podem gerar problemas psicológicos na mulher.


TRATAMENTOS

  • Pílula anticoncepcional - Para normalizar o ciclo menstrual e suprir a demanda de hormônios;
  • Redução de peso - É muito importante para a regularização do metabolismo, evitando assim distúrbios na produção de insulina;
  • Comprimidos de progesterona - Para suprir a falta deste hormônio que não está sendo produzido pelo ovário;
  • Cirurgia - A remoção dos cistos por cirurgia só é feita em casos extremos, nos quais a medicação não surte mais efeitos.


A FERTILIDADE É AFETADA?
Uma das conseqüências da síndrome é a diminuição da fertilidade devido à dificuldade de ovulação. Entre as mulheres que apresentam os sintomas da síndrome de ovário policístico, apenas 25% engravidam espontaneamente. Mas o tratamento para induzir à ovulação é simples; portanto, na maioria das vezes, a infertilidade é facilmente revertida.


COMO DETECTAR A SÍNDROME
Ao perceber alguns dos sintomas, é importante procurar seu médico. O ginecologista verificará a existência ou não do problema por meio de exames como:
  • Exame clínico;
  • Ultrassonografia;
  • Dosagem hormonal.



0 Comentários: