24 de abr de 2011

Calendário de Vacinas

Desde que nasce, o bebê deve ser vacinado contra diversas doenças. Em certos casos,
ele poderá apresentar reações como febre, dor ou inchaço local, totalmente normais e passageiras. Acompanhe o calendário. Se tiver alguma dúvida, consulte o pediatra. 




MESES DE APLICAÇÃO E DOSES
VacinasNasc1234567912151819
4 anos
5 anos
6 anos
10 anos
12 anos
14 anos
BCG
Intradér-mico
              R   
Hepatite B               
Tríplice Bacteriana       R  R   
Hemófilus tipo b       R  R   
Póliomelite       R  R   
Pólio oral      Dias Nacionais de Vacinação     
Tríplice
adulto
                  R
Influenza
(Gripe)
         R - Anual
Varicela               
Tríplice viral               
Hepatite A                 
Meningite
B e C
              
Antipneu-mocócica conjugada       R        
Antipneu-mocócica C conjugada                 
Febre
Amarela
                  
Rotavirus                 
U = dose única
1ª/2ª/3ª = doses parciais
R = dose de reforço


BCG

Previne contra: Formas graves de Tuberculose (Meniningite tuberculosa, Tuberculose Miliar ou Sistêmica)
• Forma de aplicação: injeção
• Reações mais comuns e o que pode aliviar: erupções no local. A casquinha não deve ser tirada na hora do banho.
• Quando é melhor adiar a vacinação: nos recém-nascidos com menos de 2kg e quando houver lesões na pele
• Continuidade: reforço entre 6 e 10 anos - Norma do Ministério da Saúde, de 1995


Hepatite B

Previne contra: Hepatite B
• Forma de aplicação: injeção, em geral na face lateral da coxa
• Reações mais comuns e o que pode aliviar: febre e (raramente) dores locais. Acima de 38º, usar antitérmicos. Aplicar compressas geladas no local.
• Quando é melhor adiar a vacinação: nos quadros infecciosos febris


Tríplice

Previne contra: Difteria, Tétano e Coqueluche
• Forma de aplicação: injeção no bumbum e na coxa
• Reações mais comuns e o que pode aliviar: febre, dor e carocinho no local nas primeiras 48 horas depois. Acima de 38º, usar antitérmicos. No local, compressas de gelo, sem massagear. (A Vacina Tríplice Acelular não apresenta reação).
• Quando é melhor adiar a vacinação: nos casos de febres e convulsões
• Continuidade: De 10 em 10 anos, contra difteria e tétano


Vacina anti-pólio

Previne contra: Paralisia Infantil
• Forma de aplicação: duas gotinhas, via oral
• Reações mais comuns e o que pode aliviar: diarréia. Usar vacina pentavalente injetável. Já existe a vacina anti-pólio injetável, associada, na mesma injeção, à DPT e à Hemophilus
• Quando é melhor adiar a vacinação: de modo geral, não há contra-indicação, mas em caso de febre alta, é melhor adiar. Vômitos e diarréia, embora não contra-indiquem, complicam a aplicação


Hemophilus B

Previne contra: Meniningite bacteriana, Pneumonia e outras infecções
• Forma de aplicação: injeção intramuscular (pode ser na coxa)
• Reações mais comuns e o que pode aliviar: acima de 38º, usar antitérmicos
• Quando é melhor adiar a vacinação: nos casos de febre


Gripe

Previne contra: Gripe
• Forma de aplicação: injeção
• Reações mais comuns e o que pode aliviar: dor no local e febre. Acima de 38º, antitérmicos
• Quando é melhor adiar a vacinação: nos casos de febre e infecção viral ativa
• Continuidade: fazer reforço anual


Varicela

Previne contra: Catapora
• Forma de aplicação: injeção, geralmente no bumbum
• Reações mais comuns e o que pode aliviar: dor, manchas no local e febre baixa. Acima de 38º, usar antitérmicos. Compressas frias
• Quando é melhor adiar a vacinação: nos casos de febre ou erupções na pele
• Continuidade: reforço entre os 12 e 15 anos


Tríplice viral

Previne contra: Caxumba, Rubéola, Sarampo
• Forma de aplicação: injeção, geralmente no bumbum
• Reações mais comuns e o que fazer: coriza, febre baixa. Acima de 38º, usar antitérmicos. Compressas frias
• Quando é melhor adiar a vacinação: em caso de febre alta
• Continuidade: reforço entre 4 e 6 anos


Hepatite A

Previne contra: Hepatite A
• Forma de aplicação: injeção
• Reações mais comuns e o que fazer: dor local. Aplicar compressas frias
• Quando é melhor adiar a vacinação: nos casos de febre, icterícia, vômitos ou suspeita de doença hepática


Meningite meningocócica

Previne contra: Meningite causada pelos sorotipos B e C
• Forma de aplicação: injeção
• Reações mais comuns e o que fazer: dor no local e febre. Acima de 38º, antitérmicos. No local: compressas frias
• Quando é melhor adiar a vacinação: nos casos de febre, erupções na pele, vômitos e dor de cabeça
• Continuidade: fazer reforço bianual


Antipneumocócita

Previne contra: Infecções bacterianas (Pneumonia)
• Forma de aplicação: injeção
• Reações mais comuns e o que fazer: dor no local e febre. Acima de 38º, usar antitérmicos
• Quando é melhor adiar a vacinação: nos casos de febre e infecções agudas, como otite, gripe, etc


Zilda Ferreira
Consultoria: Dr. Paulo Roberto Lopes, pediatra

0 Comentários: