29 de abr de 2011

Esterilidade Masculina



                          Varicocele é presente em 15% da população masculina e em aproximadamente 40% dos homens que apresentam problema de fertilidade, pois acaba afetando a parte de espermatogênese.  são veias que se dilatam em volta do cordão espermático.  Formam-se geralmente com o decorrer da idade e podem causar esterilidade pois aumentam a temperatura da bolsa escrotal e diminuem a drenagem de sangue da bolsa escrotal. 
                          Varicocele é encontrada em 15% da população masculina em geral, 35% dos homens com infertilidade primária e 80% dos homens com infertilidade secundária. A cirurgia é feita em hospital, com uma pequena anestesia peridural ou raqui e o paciente necessitará ficar internado por 1 dia.  Quanto mais rápido o diagnóstico, melhor o prognóstico.  A cirurgia visa evitar o refluxo de sangue para a bolsa escrotal.
            • Azoospermia  ( Ausencia de Esperma no Ejaculado):

                                    A azoospermia é definida como a ausência de esperma na ejaculação e é presente em aproximadamente 15 % dos casais que não conseguem engravidar após 1 ano de relações sem nenhum tipo de método anticoncepcional.  (Consenso AUA).  Azoospermia  pode ter 3 causas principais : a) Estimulação hormonal inadequada dos testículos.  b) Falha genética na formação dos testículos. c) Obstrução ou anormalidades no ducto que leva o esperma para uretra.  Azoospermia é diferente de aspermia que é a ausência de qualquer líquido seminal na ejaculação.

                                    Hidrocele:

                                                            Hidrocele é a presença de líquido em quantidades anormais dentro do escroto e envolvendo o testículo. Pode ser unilateral ou bilateral. As hidroceles podem ser congênitas ou adquiridas e causam um aumento nem sempre doloroso, mas muitas vezes desconfortável do escroto. No homem adulto, as hidroceles são produto do desequilíbrio existente entre a formação e a absorção do líquido naturalmente existente ao redor do testículo. Isso pode ocorrer devido a processos inflamatórios (epididimite, retráteis, tumores) ou traumatismos. Cerca de 5 a 10% dos tumores de testículo apresentam-se acompanhados de hidrocele. Muitos casos regridem em crianças até os 12 primeiros meses de vida, mas em casos onde não resolva nesse período, ou se houver uma hérnia, há necessidade de cirurgia.

        0 Comentários: