24 de abr de 2011

Amenorréia

                                                             




O que é amenorréia primária e secundária
Amenorréia é a ausência de período menstrual. Ela pode ser primária ou secundária:
Amenorréia primária é quando uma mulher jovem ainda não teve período menstrual até a idade de 16 anos.
Amenorréia secundária é quando a mulher, que tinha ciclos menstruais regulares, parou de ter menstruação por pelo menos 3 meses (isso pode incluir gravidez).



Sintomas e sinais de amenorréia
 O principal sintoma de amenorréia é a falta de menstruação. Ciclos menstruais regulares são sinal de boa saúde geral. Quando a mulher não tem um período menstrual isso pode ser sintoma de gravidez ou de que alguma coisa está errada. É importante informar ao médico se faltar um ciclo menstrual de modo que ele possa começar a procurar o que está acontecendo.
Amenorréia por si mesma não é uma doença, mas geralmente trata-se de um sintoma de outra condição médica. Dependendo de qual condição médica seja, a mulher poderá ter outros sintomas, como dor de cabeça, alterações na visão, perda de cabelo, ou excesso de pêlos faciais.

Causas da amenorréia primária
 As causas da amenorréia primária podem incluir:
 Anormalidades genéticas ou cromossômicas que fazem com que os ovos e folículos envolvidos na menstruação esgotem muito cedo na vida da mulher.
 Doenças pituitárias ou hipotalâmicas e problemas físicos (como nos órgãos reprodutivos) que impedem que os ciclos menstruais comecem.
 Exercício físico excessivo, desordens alimentares (como anorexia nervosa), estresse físico ou psicológico extremo, ou uma combinação desses fatores que podem atrapalhar o ciclo menstrual normal.


Causas da amenorréia secundária
 
As causas da amenorréia secundária, que é bem mais comum que a primária, podem incluir:
Muitas das causas já citadas para amenorréia primária, assim como gravidez, alguns contraceptivos, amamentação, estresse mental, e certos medicamentos.
Problemas hormonais envolvendo hipotálamo, pituitário, tireóide, ovário, ou glândulas a drenais. Mulheres com insuficiência ovariana prematura podem parar de ter ciclos menstruais antes da menopausa natural.
Tratamento para amenorréia

O tratamento para amenorréia depende da sua causa. Algumas vezes mudanças no estilo de vida podem ajudar se a causa da amenorréia for peso, estresse ou atividade física excessiva. Em outros casos, medicamentos e anticoncepcionais orais podem ser a opção de tratamento.

Exame físico
O exame clínico e ginecológico da paciente com amenorréia ou atraso menstrual deve ser sempre completo, ocasião em que deve ser observado se há secreção mamária, qual o aspecto da genitália e o tamanho do útero.


Porque aparece
A amenorréia pode ser primária ou secundária. No primeiro caso, a adolescente não tem a menarca (primeira menstruação) e nenhum ciclo menstrual até os 16 anos. As causas podem ser genéticas, relacionada ao peso (meninas com peso muito abaixo ou muito acima do normal), problemas no hipotálamo - região do cérebro responsável por regular o sono, o apetite, a temperatura corporal e o ciclo menstrual, entre outras coisas - e má formação do trato genital. Na amenorréia secundária a mulher que já teve períodos experimenta a ausência de menstruação por um período maior do que três meses consecutivos. O problema pode estar ligado ao excesso de exercícios físicos, dietas bruscas com rápida perda de peso ou peso excessivamente abaixo do normal. Outras causas podem ser estresse, uso de medicamentos, distúrbios da tireóide, menopausa precoce, desvios hormonais e disfunções ovarianas - uma das mais comuns é a síndrome dos ovários policísticos (SOP).

Diagnóstico
Explicações para a ausência da menstruação podem ser obtidas após investigação do histórico de saúde e outros indícios que possam estar ocorrendo junto com a amenorréia. Exame físico, avaliação hormonal, ultrassonografia e outros exames de imagem podem ser necessários para auxiliar no diagnóstico.

Riscos
É raro encontrar uma mulher que não se indisponha com a menstruação, mas as falhas acabam se transformando em um incômodo maior por causarem preocupação. A amenorréia em si não é uma doença, é apenas um sinal de que pode haver algo errado com o organismo.

Tratamento
O tratamento depende da identificação do problema que está afetando o ciclo menstrual para que se possa atuar na causa original que leva à falta de sangramento mensal. Em vários casos relacionados a problemas hormonais, o tratamento pode ser simples, como a indicação do contraceptivo oral combinado - a pílula - que promove o equilíbrio nos níveis hormonais e regulariza o ciclo.

Quando procurar o médico
Falhas na menstruação podem ocorrer sem ser indicação de algo sério, e especialistas acreditam que é normal ter até três ciclos menstruais irregulares ao ano. Mas se a menstruação não apareceu até os 16 anos de idade ou a ausência acontece por três meses seguidos e a gravidez já foi descartada, a primeira coisa a fazer é marcar uma consulta com o ginecologista.

Prevenção
A melhor maneira de evitar a interrupção de seu ciclo menstrual é manter um estilo de vida saudável: ter uma dieta equilibrada, manter atividade física regular, observar o peso e evitar o estresse. 

2 Comentários:

carolina silva disse...

Boa Tarde,
Meu nome é Carolina,tenho 25 anos e fui diagnosticada com amenorréia secundária.Gostaria de Saber se existe a possibilidade de eu consiguir engravidar?

Anônimo disse...

ola boa tarde , meu nome é Josiane tenho 24 anos e fui diagnosticada com amenorreia primaria , e gostaria de saber se posso engravidar normalmente e também se posso ter uma vida sexual normal pois pelo problema ainda sou virgem, favor responder estou muito ansiosa