5 de mai de 2011

Anorexia




A anorexia é o transtorno alimentar que se manifesta nas pessoas em busca incessante pela perda de peso. Essas pessoas apresentam um medo intenso de engordar, mesmo estando extremamente magras. É uma doença com riscos severos, podendo levar à morte por desnutrição. Acomete principalmente mulheres e jovens, sendo comum no início na adolescência.

Causas

As causas determinantes incluem fatores biológicos, psicológicos e culturais. Alguns estudos consideram a valorização da magreza e o preconceito contra a gordura nas sociedades atuais elementos importantes no desencadeamento dessa patologia.

Sintomas

Pacientes com anorexia apresentam emagrecimento importante em curto espaço de tempo, preocupação exagerada com o peso corporal, distorção da imagem corporal, interesse exagerado por alimentos, depressão, ansiedade e/ou irritabilidade. São comuns a prática exagerada de exercícios físicos e o isolamento da família e de amigos. Em alguns casos ocorrem desnutrição, anemia, desidratação, amenorreia (parada do ciclo menstrual) e infertilidade.

Diagnóstico

O diagnóstico é essencialmente clínico. O paciente anoréxico se destaca pelo seu baixo peso associado a alterações comportamentais características.

Tratamento

Procurar o médico com regularidade e, principalmente aos primeiros sinais da doença é fundamental para que ele possa indicar o melhor tratamento para cada caso. Somente o médico deverá orientar o paciente em relação aos procedimentos adequados e ao uso de remédios.
O tratamento da anorexia é complexo, devendo ser conduzido por uma equipe multidisciplinar formada por psiquiatra, psicólogo, médico (clínico ou endocrinologista) e nutricionista. O uso de antidepressivos é necessário em alguns casos, além de suplementos vitamínicos.

Prevenção

Não há uma forma específica de prevenção de anorexia. A diminuição da pressão em relação à valorização do aspecto físico, da forma corporal e da beleza pode reduzir a incidência destes quadros. É indispensável que se forneçam informações a respeito dos riscos dos regimes rigorosos na obtenção do corpo ideal, pois eles têm papel decisivo no desencadeamento dos transtornos alimentares.

0 Comentários: