15 de jun de 2011

O que é trombofilia?


Querida amigas vocês sabiam que a Trombofilia é uma  doença que causam aumento da coagulação sanguínea, com conseqüente aumento do risco de obstrução dos vasos sanguíneos. Esta obstrução é denominada trombose.
Se eu tiver trombose, o que posso sentir?


A trombose pode ocorrer em qualquer vaso sanguíneo, ou seja, vasos do coração levando a um infarto, vasos do cérebro, podendo levar a um derrame. Contudo, o mais comum é obstrução de vasos dos membros inferiores, nas pernas, que pode levar a dor e inchaço na perna acometida.

Tenho trombofilia, Isto dificulta engravidar ?
A trombose no local de implantação do embrião no útero pode atrapalhar a fixação do embrião, levando a não ocorrência de gravidez após a transferência de embriões de boa qualidade em tratamentos de reprodução assistida. Pode ocorrer ainda uma implantação comprometida, que pode resultar em abortamento precoce.

Tenho trombofilia e estou grávida. Posso ter algum problema?


As mulheres portadoras de trombofilia têm uma chance aumentada para apresentar algumas complicações na gravidez como hipertensão, restrição de crescimento intra-uterino (RCIU) e perda fetal recorrente (PFR). Mas se você fizer um adequado acompanhamento com médico especializado, terá uma gravidez saudável. Não se desepere!
Como se adquire trombofilia?
As trombofilias podem ser tanto adquiridas ao longo da vida ou herdadas, ou seja, ser uma herança genética familiar.
As trombofilias adquiridas que estão mais relacionadas com a ocorrência de trombose são:
O anticorpo anticardiolipina
O anticoagulante lúpico.
As trombofilias hereditárias são :
Deficiência de proteína C
Deficiência de proteína S
Deficiência de antitrombina
Presença do Fator V de Leiden
Presença de uma mutação no alelo G20210A do gene da protrombina
Presença de uma mutação no gene da enzima metileno tetrahidrofolato redutase (MTHFR).
Como é feito o exame para saber se tem trombofilia?
Para verificar se uma pessoa tem Trombofilia é preciso realizar exame de sangue com pesquisa dos fatores acima mencionados.
Esta doença tem tratamento?
Sim e um tratamento eficaz que permite que as portadoras com acompanhamento médico adequado tenham uma gestação de sucesso.

1 Comentários:

Anônimo disse...

Essa matéria é muito esclarecedora. Parabéns e obrigada.
-Aline-