14 de set de 2014

Suco de romã funciona como Viagra natural ??


superstição sempre avisou: romã traz fartura e fertilidade. E não é que a ciência comprovou mesmo a relação dessa fruta com o sexo? (Tem a ver com fertilidade, vai) Mas não adianta só guardar as sementes na carteira. Se quiser sentir o poder afrodisíaco da romã, você vai precisa beber pelo menos um copo de suco por dia.
Um estudo realizado pela Universidade Queen Margaret, na Escócia, escalou 58 voluntários(homens e mulheres entre 21 e 54 anos) para beber um copo de suco de romã por dia, durante duas semanas. Após o período, o nível de testosterona dos participantes aumentou de 16% a 30%.
Se aumenta a quantidade de testosterona no corpo, cresce também a vontade de fazer sexo. E isso acontece tanto com homens quanto com mulheres.
Os pesquisadores ainda descobriram outros benefícios da romã. Eles mediram, antes e depois da dose diária de suco, os níveis de algumas emoções, como medotristezaculpatimidez eautoconfiança. Depois do teste, as emoções positivas aumentaram e as negativas diminuíram. Ah, e a romã ainda reduziu a pressão arterial dos voluntários.
Fora os benefícios para a saúde, o suco ainda sair até mais barato que o Viagra. Olha só: 4comprimidos azuis custam uns R$ 50; já o litro do suco de romã de caixinha sai por uns R$ 10 – se for beber 250 mL todo dia, por duas semanas, os gastos serão de R$ 40. Mais barato. Mas o efeito do remédio natural deve ser bem mais fraco (sem contar que o suco industrial é “batizado”, vem com maçã e uva.). Ainda assim, você acha que vale acrescentar o suco dentro da sua dieta diária?  Vai que…
Crédito da foto: flickr.com/mizzmurray
Site:http://super.abril.com.br/blogs/cienciamaluca/suco-de-roma-funciona-como-viagra-natural/?utm_source=redesabril_jovem&utm_medium=twitter&utm_campaign=redesabril_super

13 de mai de 2014

Você tem Síndrome dos Ovários Policísticos?


E se você pudesse usar um remédio que melhorasse a qualidade dos óvulos, aumentando suas chances de engravidar? Pois essa é a promessa do recém-lançado Inofolic. A explicação é que ele traz em sua fórmula uma combinação de ácido fólico e mio-inositol, sendo capaz de melhorar as desordens metabólicas, hormonais, além de regular o ciclo menstrual.
A novidade ainda não desembarcou nas farmácias do Brasil, mas já pode ser encontrada na versão manipulada, com receita médica, claro. Há também a possibilidade de comprar pela internet de sites gringos, mas nesse caso, preste muita atenção para saber se o site é confiável. “Nos Estados Unidos o medicamento é vendido como Mio–Inositol e pode ser usado sozinho ou associado ao ácido fólico”, diz o ginecologista e obstetra especialista Arnaldo Schizzi Cambiaghi, especialista  em medicina reprodutiva, diretor do centro de reprodução humana do Instituto Paulista de Ginecologia e Obstetrícia (IPGO), e autor de diversos livros, entre eles Grávida Feliz, Obstetra Feliz (LaVida Press).
Por dentro do assunto
Para entender melhor a relação da substância mio-inositol e a síndrome, o médico explica que a Síndrome dos Ovários Policísticos é uma das alterações endócrinas mais comuns na idade reprodutiva da mulher e a maior causa de falta de ovulação. Uma das causas mais comuns é a resistência à insulina, que provoca uma deficiência do inositol no corpo, aumentando as chances de infertilidade. “Assim, nesse grupo, a suplementação de mio-inositol apresenta os melhores resultados, pois também aumenta a sensibilidade à insulina, melhora a atividade ovariana e a qualidade e a quantidade dos óvulos”, enfatiza Arnaldo Cambiaghi.
Resultado comprovado
O médico ressalta que recentes estudos têm demonstrado que a qualidade dos óvulos e dos embriões depende não só da formação genética e cromossômica, mas também do ambiente onde os óvulos se desenvolvem. “O Inositol faz parte desse ambiente, tanto que dados da literatura médica mostram que a presença de altos níveis dessa substância no fluído folicular está relacionada à boa qualidade dos óvulos. E quando usado nos tratamentos de fertilização há melhora da divisão celular e nos resultados de gravidez”, conclui.


fonte:http://maeaos40.com.br/boa-noticia-para-quem-tem-sindrome-dos-ovarios-policisticos/